Activar Modo Profissional

Xé- Angola

Xé- Angola

Grupo público 42 Membros News and Politics

O teu grupo de informação

  • Pega Vela
    Cléusio Best
    EP KAWIKILA
    Love
    1
    ·130 Visualizações ·10 Reproduzir ·1 Partilhas
  • ·216 Visualizações ·1 Partilhas
  • 🏾Jair Bolsonaro não vai contestar o resultado das Eleições Presidenciais do Brasil

    O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, deverá fazer ainda hoje, 1° de novembro, a sua primeira declaração oficial após a sua derrota nas Eleições Presidenciais no Brasil, segundo avançou o ministro das Comunicações daquele país, Fabio Faria, acrescentando que o líder não vai contestar os resultados.

    O ministro das Comunicações disse à agência Reuters, que Bolsonaro vai reunir-se com os membros do Supremo Tribunal antes do seu discurso.

    Recorde-se que Jair Bolsonaro perdeu na segunda volta das Eleições Presidenciais para o presidente eleito Lula da Silva, mas ainda não reconheceu, sendo que Hamilton Mourão, o atual vice-presidente, já comunicou com Geraldo Alckmin, o futuro vice-presidente, reconhecendo a derrota e prometendo ajuda na transição.
    👉🏾Jair Bolsonaro não vai contestar o resultado das Eleições Presidenciais do Brasil O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, deverá fazer ainda hoje, 1° de novembro, a sua primeira declaração oficial após a sua derrota nas Eleições Presidenciais no Brasil, segundo avançou o ministro das Comunicações daquele país, Fabio Faria, acrescentando que o líder não vai contestar os resultados. O ministro das Comunicações disse à agência Reuters, que Bolsonaro vai reunir-se com os membros do Supremo Tribunal antes do seu discurso. Recorde-se que Jair Bolsonaro perdeu na segunda volta das Eleições Presidenciais para o presidente eleito Lula da Silva, mas ainda não reconheceu, sendo que Hamilton Mourão, o atual vice-presidente, já comunicou com Geraldo Alckmin, o futuro vice-presidente, reconhecendo a derrota e prometendo ajuda na transição.
    Love
    4
    ·184 Visualizações
  • MOÇAMBIQUE
    🏾Mulheres na Matola A reclamam que os seus maridos não “levantam”

    Várias mulheres residentes no bairro Matola A, na província de Maputo, reclamam sobre a falta de desejo s€xu@l que vivem com os seus parceiros, que já dura há 6 meses.

    Segundo as mesmas, o problema terá começado quando receberam dinheiro por parte da chefe do quarteirão em que residem, o quarteirão 35.

    "O grande problema agora é que não acontece nada, praticamente só entramos no quarto, dormimos e não acontece nada, como se fôssemos irmãos, cada um olha para o seu lado (...)" relatou uma das vítimas em uma reportagem da Stronglive Tv.

    As vítimas que clamam por justiça, acusam a responsável do quarteirão de ter praticado atos de feitiçaria, que fazem com o que os seus maridos não "levantem" e que causou a perda do desejo s3xu@l do quarteirão completo.

    Não tens nada a dizer?
    MOÇAMBIQUE 👉🏾Mulheres na Matola A reclamam que os seus maridos não “levantam” Várias mulheres residentes no bairro Matola A, na província de Maputo, reclamam sobre a falta de desejo s€xu@l que vivem com os seus parceiros, que já dura há 6 meses. Segundo as mesmas, o problema terá começado quando receberam dinheiro por parte da chefe do quarteirão em que residem, o quarteirão 35. "O grande problema agora é que não acontece nada, praticamente só entramos no quarto, dormimos e não acontece nada, como se fôssemos irmãos, cada um olha para o seu lado (...)" relatou uma das vítimas em uma reportagem da Stronglive Tv. As vítimas que clamam por justiça, acusam a responsável do quarteirão de ter praticado atos de feitiçaria, que fazem com o que os seus maridos não "levantem" e que causou a perda do desejo s3xu@l do quarteirão completo. Não tens nada a dizer? 🤔
    Love
    Haha
    Yay
    Wow
    4
    ·177 Visualizações
  • 🏾 Whatsapp vai permitir criar “subgrupos” dentro dos grupos e fazer videoschamadas com até 32 pessoas ao mesmo tempo

    O CEO da Meta, Mark Zuckerberg, anunciou nesta quinta-feira, 03 de novembro, que será lançado a partir de hoje o recurso de “Comunidades” para o WhatsApp, funcionalidade que irá permitir aos administradores de grupos do WhatsApp criarem até 10 subgrupos dentro de um grupo, para um total de até 512 pessoas, além da possibilidade de criarem também vários tópicos e outras funcionalidades.

    De acordo com Mark Zuckerberg também será implementada a possibilidade de se realizar sondagens no whatsapp e a possibilidade de até 32 pessoas participarem de uma videoschamada ou chamada de voz ao mesmo tempo, tendo reforçado que as mensagens continuarão a ser protegidas com criptografia end-to-end, mantendo dessa forma a privacidade e segurança dos utilizadores.
    👉🏾 Whatsapp vai permitir criar “subgrupos” dentro dos grupos e fazer videoschamadas com até 32 pessoas ao mesmo tempo O CEO da Meta, Mark Zuckerberg, anunciou nesta quinta-feira, 03 de novembro, que será lançado a partir de hoje o recurso de “Comunidades” para o WhatsApp, funcionalidade que irá permitir aos administradores de grupos do WhatsApp criarem até 10 subgrupos dentro de um grupo, para um total de até 512 pessoas, além da possibilidade de criarem também vários tópicos e outras funcionalidades. De acordo com Mark Zuckerberg também será implementada a possibilidade de se realizar sondagens no whatsapp e a possibilidade de até 32 pessoas participarem de uma videoschamada ou chamada de voz ao mesmo tempo, tendo reforçado que as mensagens continuarão a ser protegidas com criptografia end-to-end, mantendo dessa forma a privacidade e segurança dos utilizadores.
    Love
    4
    ·181 Visualizações
  • Convido a todos os interessados a obter informações do que acontce diariamente no mundo e particularmente em Angola a aderir o grupo Xé Angola.
    Convido a todos os interessados a obter informações do que acontce diariamente no mundo e particularmente em Angola a aderir o grupo Xé Angola.
    Love
    Like
    5
    ·177 Visualizações
  • DENÚNCIA PÚBLICA
    🏾 Marcas de Bolachas violam a lei angolana e podem perigar a saúde pública

    AADIC-Associação Angolana de Defesa do Consumidor alerta que várias empresas estrangeiras produtoras de bolachas das marcas MIRAMAR, GLUCOSE, PETIT BEURRE, SUPER GALAXY e SUPER GLOCOSO estão a violar sistematicamente a lei da concorrência vendendo pacotes com informação manipulada.

    Segundo dados divulgados pelo Jornal de Angola na edição desta quinta-feira, o facto consumou-se após denúncias de consumidores sobre as reacções adversas como cólicas, náuseas e diarreias, após o consumo.

    O que tens a dizer?
    DENÚNCIA PÚBLICA 👉🏾 Marcas de Bolachas violam a lei angolana e podem perigar a saúde pública AADIC-Associação Angolana de Defesa do Consumidor alerta que várias empresas estrangeiras produtoras de bolachas das marcas MIRAMAR, GLUCOSE, PETIT BEURRE, SUPER GALAXY e SUPER GLOCOSO estão a violar sistematicamente a lei da concorrência vendendo pacotes com informação manipulada. Segundo dados divulgados pelo Jornal de Angola na edição desta quinta-feira, o facto consumou-se após denúncias de consumidores sobre as reacções adversas como cólicas, náuseas e diarreias, após o consumo. O que tens a dizer?
    Love
    Yay
    Angry
    4
    ·187 Visualizações
  • 🏾 Camião cisterna embate contra um avião no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro

    O incidente ocorreu na noite de quarta-feira, 02 de outubro, quando um camião de abastecimento de combustível da Sonangol embateu contra um avião da Hi Fly, ao serviço da companhia de bandeira nacional, TAAG, na pista do Aeroporto 4 de Fevereiro, em Luanda, tendo atingido um dos motores do Airbus A340-313 que a transportadora aérea angolana alugou à empresa de aviação portuguesa para reforço das ligações entre Luanda e Lisboa.

    Segundo testemunhas do incidente, na zona do embate, a iluminação era bastante deficiente, sendo que na sequência do incidente, o voo DT650 da TAAG, com destino à Lisboa, foi cancelado. A TAAG recolocou, com atraso, os passageiros num Boeing com destino à Portugal.

    Refira-se que em junho deste ano, a TAAG anunciou a assinatura de um acordo com a companhia aérea HiFly, para “leasing” de um aparelho para a rota Luanda-Lisboa e Lisboa-Luanda. Segundo a TAAG, a aeronave foi contratada à HiFly em regime de “wet lease”, o que implica além da aeronave, tripulação completa, garantia de manutenção e seguro do avião.
    👉🏾 Camião cisterna embate contra um avião no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro O incidente ocorreu na noite de quarta-feira, 02 de outubro, quando um camião de abastecimento de combustível da Sonangol embateu contra um avião da Hi Fly, ao serviço da companhia de bandeira nacional, TAAG, na pista do Aeroporto 4 de Fevereiro, em Luanda, tendo atingido um dos motores do Airbus A340-313 que a transportadora aérea angolana alugou à empresa de aviação portuguesa para reforço das ligações entre Luanda e Lisboa. Segundo testemunhas do incidente, na zona do embate, a iluminação era bastante deficiente, sendo que na sequência do incidente, o voo DT650 da TAAG, com destino à Lisboa, foi cancelado. A TAAG recolocou, com atraso, os passageiros num Boeing com destino à Portugal. Refira-se que em junho deste ano, a TAAG anunciou a assinatura de um acordo com a companhia aérea HiFly, para “leasing” de um aparelho para a rota Luanda-Lisboa e Lisboa-Luanda. Segundo a TAAG, a aeronave foi contratada à HiFly em regime de “wet lease”, o que implica além da aeronave, tripulação completa, garantia de manutenção e seguro do avião.
    Like
    Love
    Sad
    4
    ·181 Visualizações
  • Bem vindo ao nosso grupo de informações.
    Bem vindo ao nosso grupo de informações.
    Love
    3
    ·183 Visualizações
Mais stories